segunda-feira, 28 de maio de 2007

Também

Se em seus lábios um sorriso
Automaticamente nos meus um também.
Se escapar de sua boa um "Eu te amo"
Imediatamente da minha sairá "Amo você".
Sou invejoso confesso
Amo seu jeito de me amar
E quero copiar.
Egoísta confesso também sou
Quero que me ame para sempre
Pois, quero eternamente lhe amar.


ZeRo S/A

5 comentários:

Roy rima como matéria-prima Andrade disse...

...extremo, profundo. Lindo poema ! Bato palmas para vc, zAntonio !

Paulinha disse...

Que bonitinho! Gostei!!
bejim

moacircaetano disse...

feliz aquele que ama quem o ama!

marcelo disse...

nem vem que não tem... sou invejoso tb...

Sandra Regina de Souza disse...

Também tenho inveja das rimas que vc escreve...leve... nos versos!! Já virei fã e em breve plagiarei sua poesia...rs! Beijos cheios de saudade