quarta-feira, 5 de setembro de 2007

Chega Mais

Chega mais perto
Assim tão longe não dá pra gente conversar
Nessa longa distância
Não dá pra gente se amar
Chega mais perto
Não sei o porquê desta imensa distância
Parece coisa de criança birrenta
"Tô de mal"
E nem sei por qual motivo
Então larga de graça
E chega mais perto.

José Rosa (ZeRo S/A)

4 comentários:

Jardson Fragoso disse...

Gostei da poesia vívida... cehia de verdades simples... abz e parabens

blogger disse...

Muito bom essa poesia!!!
bem lógica ...
*** Parabéns, pelo poema!!!

Sandra Regina de Souza disse...

Adoro!!! Convite quase irrecusável..rsrs... pra quem está do lado de cá, deixa uma vontade grande de ficar mais perto!!... Beijos

Lidiane disse...

É só pedir.
risos

Beijos.