segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Errar Não É Um Erro (Junho/1987)

Não fique triste por ter errado,
Isso quase sempre acontece,
É uma questão de religião, política, idealismo de vida, sexo, poder aquisitivo.
Pode ser até um fator positivo.
Não fique triste por ter errado.
Errando que se descobrem os erros.
Quando não há erros,
Não se tem certeza de se ter acertado.
Não fique triste por ter errado.
Erro, logo existo e ninguém pode negar.
O erro é o amigo da perfeição,
E quem erra, seus erros irá espantar.
Todo mundo vive errado.
O mundo todo é um erro.
Todo mundo age errado.
Um mundo todo de erros é onde erramos.
Seres errôneos que nascem, vivem, agem e etc. e tal errado.
São erros de português, erros de cálculo,
Erros de arbitragem, erros de emissão e admissão.
São datas erradas, horas erradas,
Homens e mulheres errados, pessoas erradas.
Erra-se por pouco, por burrice, por inocência,
Por distração, por sã consciência.
Erra-se de todas as formas.
São erros de todos os tipos.
Enfim,
Não fique triste por ter errado,
Isso quase sempre acontece.

José Rosa (ZeRo S/A)

5 comentários:

Antonio disse...

Quando a gente procura o caminho certo não pode ter medo de dar os passos errados..só não erra quem não tenta,como se diz..voltando ao seu blog..te desejando uma ótima semana..abraços

Kel disse...

Errar...acertar...ando muito na vibe dos verbos, mas o que mais uso ultimamente é desfrutar.
Beijo

J.F. de Souza disse...

CARÁLEO!!!

Zé!!! Esse escrito teu tá FUEDAAAAAAAAAAAAAAA!!!

PAGUEI UM PAU!!!

1[]!

Pavitra disse...


isso quase sempre acontece... rs

não tem erro:
seu texto é ótimo mesmo!

Sandra Regina de Souza disse...

Pessoas erradas.. hora errada... errar em cheio!! Mas nesse poema vc acertou!!!...rs...bj