terça-feira, 2 de junho de 2009

Ponto de Ônibus (Março/1988)

Fico parado
Fico à espera
E talvez alguém
Esteja a minha espera
Fico parado
Fico reclamando
E talvez alguém
Esteja de mim reclamando
Fico parado
Fico a observar
E talvez alguém
Esteja a me observar
Fico parado
Fico tentando entender
E talvez alguém
Esteja tentando me entender

José Rosa (ZeRo S/A)

5 comentários:

Daiany Cristina disse...

Quero te entender...

Amanda Barreto disse...

Posso te entender....sei bem como é!!!

Kel disse...

Entre entender e nao entender, lembrei da minha época de busao em Sampa. Nao sei o que me dava que sempre atraía os velhinhos, que sempre vinham me contar de suas vidas, de seus netos, de suas dores...Com o tanto que demorava o ônibus dava pra saber quase da vida toda!
Beijos!

Sandra Regina de Souza disse...

Quem pode entender?! Será que alguém entende? bjo

Mulher na Janela disse...

estou te observando...
entendendo...
admirando...

gostei das tiradas!

beijos...