segunda-feira, 30 de agosto de 2010

The End (Agosto/2010)

À espera da Lua
Que não aparece.
Céu nublado.
Celular calado.
Magia que se finda.

José Rosa (ZeRo S/A)

6 comentários:

J.F. de Souza disse...

extra-sensorial
---------------
a gente sempre
sente
a gente sempre
sabe

quando chega
o fim

Jaci disse...

Lindo poema...aqui estou eu rsrsrs

Jaci disse...

Lindo poema...feito especialmente para a Lua dos indios não é??? aqui estou eu rsrsrs

Mari disse...

Amém

Sandra Regina de Souza disse...

saudade do luar!

Alma Inquieta disse...

Olá,

passo para dizer-te que não saberia viver sem os meus amigos.
Para ti, que fazes parte deles, vai o meu carinho e o meu agradecimento em forma de palavras escritas no meu blog. A acompanhá-las há um presente feito especialmente para ti...
Visita o meu Estados de Alma e verás...

Um beijo.