quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Olhos (Outubro/2010)

Quando ela olhou,
Profundamente dentro dos meus olhos,
Viu os seus refletidos neles.
Vislumbrou o meu, também o seu,
O nosso amor.
Apavorou-se
E se debandou.

José Rosa (ZeRo S/A)

5 comentários:

Anônimo disse...

lindo!!!é a sua cara....romantico ...sensivel....
beijos

João de Oliveira Junior disse...

Como diria Dalton Trevisan, esse poema é "pico na veia"!!!

Sandra Regina de Souza disse...

Os olhares têm dessas coisas... bj

Liou disse...

Interesante...

Camila disse...

´ze adorei esse poema!! parabéns!!!