sexta-feira, 17 de junho de 2011

Há Vaga (Junho/2011)

Meu coração,
De tão cansado e desmotivado,
Com o abandono e a rejeição,
De adminstrador de meus sentimentos,
Abdicou do cargo.
Agora, meu cérebro e meu falo
Disputam vorazmente,
O posto vago.

José Rosa (ZeRo S/A)

4 comentários:

Um brasileiro disse...

oi. tudo blz? estive aqui dando uma olhada. legal. apareça por la. abraços.

Antonio disse...

Já tinha ouvido essa relação entre cérebro e coração,gostei da maneira como você disse.Lembrei de algo que um amigo meu falou: que de tanto ver as mulheres gostarem de canalhas, virou canalha também..
abraços..

Antologia poética disse...

Amei,Zé,amei. Muito criativo! Gostaria que me desse a honra de visitar o meu blog que o Nelson fez, aliás, por sugestão sua: As Palavras Mágicas letramagicas.blogspot.com. bjus. Oldair.

Diego Elias disse...

Legal, gostei da poesia, seu blog é muito bacana continue investindo nele.

Diego Elias
http://portifoliogradfisica.blogspot.com/