segunda-feira, 31 de março de 2008

É Mais Fácil Chorar (1986)

Alegrias solitárias, não compartilhadas
Cortadas pelas raízes e mortas sem serem
Expressas por sorrisos e risadas
Obscuras pelo querer e não poder

Uma lágrima cai e desliza
Epidemia que corrói e alastra
Um oceano se origina
A flor murcha, seca pala mágoa

A loucura é o vetor da felicidade
Sorrir é totalmente irracional
É atitude de quem considera banal,
Assumir a seriedade da vil sociedade

A mágoa predomina nas almas penadas
Tudo contribui para a sua razão
A bebida, o namoro e a conta atrasada
Vidas assumindo o compromisso e negando a satisfação

José Rosa (ZeRo S/A)

3 comentários:

@lquimist@ disse...

É a complexidade na simplicidade, não compreendendo é bem mais fácil chorar. Muito bacana, gostei!!!

touche disse...

Chorar é uma alternativa. O importante é que a emoção sobreviva. Boa quinta !!

Sandra Regina de Souza disse...

o verso final é arrebatador!!! Adorei todos.... beijo